Mostrando postagens com marcador Educação. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Educação. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 30 de março de 2020

Ponta Grossa entrega kits merenda para alunos da rede municipal

Foto: divulgação

Todas as Escolas Municipais e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Ponta Grossa iniciaram nesta segunda-feira a entrega de kits de alimentação para os alunos de famílias inscritas no Programa Bolsa Família e/ou em situação de vulnerabilidade social. 

quinta-feira, 26 de março de 2020

Anúncio das novas medidas de enfrentamento ao COVID-19 em Ponta Grossa

Prefeito Marcelo Rangel
Na tarde de hoje (26), o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, anunciou as novas medidas de enfrentamento ao Coronavírus e o Plano de Ação Temporária de Assistência e Combate (ATAC) ao Covid-19.

terça-feira, 24 de março de 2020

Pacote social de R$ 400 milhões vai ajudar famílias paranaenses

Foto: divulgação
O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta terça-feira (24) um pacote social de R$ 400 milhões para ajudar famílias paranaenses mais vulneráveis a enfrentarem a pandemia do novo coronavírus. 

Voluntários produzem protetores faciais para Profissionais de Saúde

Foto: divulgação
Um grupo de voluntários se uniu para produzir protetores faciais para os profissionais da saúde do Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HU-UEPG). 

Ponta Grossa escolas vão entregar Kit Merenda para alunos carentes

Foto: divulgação
Com a paralisação das aulas nas unidades escolares de Ponta Grossa e a impossibilidade de utilização dos produtos da alimentação escolar, o prefeito Marcelo Rangel determinou a entrega dos alimentos em estoque aos familiares dos alunos em condição de vulnerabilidade social, matriculados nos CMEIs e escolas municipais.

terça-feira, 17 de março de 2020

Ponta Grossa: Educação antecipa recesso contra o Coronavírus

Foto: divulgação
A Secretaria Municipal de Educação divulgou no final da manhã desta terça-feira (17) a decisão de adotar a orientação do Governo do Paraná em relação às universidades e escolas públicas e particulares, no que diz respeito à prevenção contra o Coronavírus (COVID-19). 

Educação Ponta Grossa emite instrução normativa sobre o Coronavírus

Foto: divulgação
A Secretaria Municipal de Educação editou ontem (16) orientações para as Escolas Municipais e Centros Municipais de Educação Infantil em prevenção ao Coronavírus (COVID-19).

sexta-feira, 6 de março de 2020

Vestibular EaD UniSecal está com as inscrições abertas

Foto: divulgação
Estão abertas as inscrições para o ‘Vestibular EaD UniSecal’. O processo seletivo é agendado e acontece no Campus Barão do Cerro Azul. Os candidatos têm à disposição nove cursos de graduação que contam com a qualidade de ensino e tradição de mais de 20 anos da UniSecal.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

APP alerta Governo “está impedindo jovens e adultos de concluírem os estudos”

Estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), de várias regiões do Paraná, foram até a sede do Ministério Público Estadual (MPE), em Curitiba, para denunciar as mudanças impostas nesta modalidade de ensino. 

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Inscrições do Vestibular para cursos EAD abrem em fevereiro

Foto: divulgação
A Coordenadoria de Processos de Seleção (CPS) da UEPG abrirá no início de fevereiro as inscrições do vestibular para os cursos de graduação na modalidade educação a distância (EAD).

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Universidade de Negócios será lançada no dia (22) em Ponta Grossa


A Assocação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG), juntamente com o Centro Universitário UniSecal, realiza nesta quarta-feira (22), às 16h30, no Auditório Campos Gerais, na ACIPG, o lançamento da Universidade de Negócios.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Inscrições para o Sisu começam esta terça-feira

Foto: divulgação
Começam nesta terça-feira (21) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (SISU). A UEL oferta 586 vagas em 47 cursos de graduação, considerando turnos e habilitações. Para conseguir ingressar pelo Sisu, os estudantes precisam da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, que foi divulgada na sexta-feira (17) pelo MEC. As inscrições ficarão abertas até sexta-feira (24), às 23h59.

Universidades do Paraná promovem ações do Projeto Rondo

Foto: divulgação
Universidades estaduais paranaenses estarão a partir desta segunda-feira (20) à frente de uma série de ações de extensão em comunidades isoladas e carentes do Oeste do Estado. 

Paraná inscrições para o EJA terminam nesta sexta

Foto: divulgação
Aqueles que desejam retomar seus estudos em 2020 precisam estar atentos. É que se encerra nesta sexta-feira (24) o período de inscrições para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte. 

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Educação define estratégias para o início do ano letivo

Professores retornam na segunda (04). Foto: divulgação
A equipe de gestão da Rede Municipal de Ensino já iniciou os trabalhos para o ano letivo de 2019 em Ponta Grossa. Ontem (01), a SME voltou as atenções para os desafios pedagógicos da rede. A secretária de Educação, professora Esméria Saveli, reuniu a equipe pedagógica para avaliar resultados, desenhar metas e traçar estratégias e ações para serem realizadas neste ano.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Como ensinar empatia para crianças

De acordo com cientistas, a leitura de ficção literária
é um dos métodos mais efetivos para estimular afeto e conexão
Pesquisadores da Escola de Pesquisas Sociais, de Nova York, descobriram que a leitura de histórias e contos de ficção pode estimular que adultos e crianças entendam o seu próximo ou, ainda, se coloquem no lugar dele. 

terça-feira, 18 de julho de 2017

Associação dos Municípios do Paraná defende modelo para financiamento da educação básica

Presidente da AMP, Marcel Henrique Micheletto. Foto: divulgação
A AMP (Associação dos Municípios do Paraná) está defendendo um novo modelo de financiamento da educação básica, em substituição ao Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). O problema é que o Fundeb será extinto em 30 de dezembro de 2020 e gera grandes distorções no repasse de recursos às prefeituras.

terça-feira, 11 de julho de 2017

Cescage inova e realiza banca de TCC via videoconferência com convidada de Portugal

Foto: divulgação
O curso de Direito das Faculdades Cescage, concluiu o 1º semestre de 2017 com as avaliações de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC). Durante as apresentações os alunos foram avaliados por bancas examinadoras. Três bancas foram realizadas com uma novidade nas Faculdades Cescage. Através de videoconferência a doutoranda Sephora Marchesini, que encontrava-se em Coimbra-Portugal, foi convidada pela professora Priscila Sutil De Oliveira Margraf, docente da disciplina de TCC, para participar via Skype.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Educação avança para sistema híbrido

Universidade Positivo - Câmpus Ecoville / Foto: Divulgação
   O ensino segue modelo de evolução já adotado em outros setores, como varejo e mercado automotivo,com as tecnologias de informação e comunicação cada vez mais rápidas e integradas, a sala de aula e o processo de aprendizado passam por transformações significativas.

Desde o surgimento da educação a distância (EAD), há pouco mais de quinze anos no ensino superior, educadores buscam modelos de aprendizado inovadores, que atendam às necessidades das novas gerações de alunos para uma educação mais eficiente, interessante e personalizada. Assim, para oferecer "o melhor de dois mundos" — isto é, as vantagens da educação online combinadas com todos os benefícios da sala de aula tradicional -, surgiu o modelo híbrido, também conhecido como flex, semipresencial, blended-learning ou b-learning.

    Nessa tendência, em 2016, a Universidade Positivo (UP), de Curitiba (PR,) lança seus três primeiros cursos de graduação na modalidade híbrida: Educação Física (Licenciatura), Pedagogia e Gastronomia (Tecnológico). De acordo com o pró-reitor acadêmico da UP e diretor da Associação Brasileira de Ensino a Distância (Abed), Carlos Longo, a metodologia já vinha sendo aplicada na instituição desde 2013, em alguns cursos de EAD. "Precisamos atender às necessidades da sociedade, do mercado de trabalho e desses estudantes, que aprendem de forma muito diferente do que nós aprendemos dez anos atrás. Hoje, já temos na universidade um grupo de docentes que trabalha com metodologias ativas e que, cada vez mais, integra as tecnologias com a sala de aula. O objetivo dos cursos híbridos é formar profissionais capazes de desenvolver competências de liderança, solução de problemas e tecnologicamente conectado com um mundo em transformação", afirma.

Segundo princípios utilizados na Universidade Positivo, o futuro da educação segue o modelo de evolução já adotado em outros setores, como o varejo e o mercado automotivo, que é a fusão do tradicional com as novas tecnologias. A pesquisa NMC Horizon Report: 2014 Higher Education Edition, sobre tendências da tecnologia no ensino, apontou a educação híbrida como uma das mudanças no aprendizado até 2016. No Brasil, a transformação deverá ser sentida com mais força a partir dos próximos anos, apesar da modalidade ter sido regulamentada pelo Ministério da Educação em 2004. Segundo o Censo EAD da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), em 2013, havia menos de 126 mil matrículas em cursos superiores ofertados de forma semipresencial no país - ou seja, menos de 2% do total de alunos matriculados.

Vantagens
O modelo de ensino híbrido dá aos estudantes um controle significativo sobre o tempo, local, caminho e ritmo nos quais eles podem acessar os conteúdos e instruções. Assim, a metodologia traz autonomia e otimiza o tempo que os estudantes utilizam para aquisição de informação - uma atividade que responde por 40% do tempo de sala de aula, segundo um estudo realizado com alunos de educação superior da Ásia e Europa e apresentado no The Global High-Level Policy Forum, organizando pela UNESCO, em parceria com a ICDE, em junho de 2015, em Paris.

De acordo com Longo, a aquisição de informação pode acontecer por meio de um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) dinâmico, com e-book, games e vídeo aulas, como acontece nos cursos semipresenciais e a distância da Universidade Positivo, de forma a utilizar os momentos de sala de aula para uma rica troca de conhecimento e aprendizado, que alinha teoria e prática com a utilização de metodologias ativas. As ações no AVA ainda acontecem com suporte constante de um grupo de professores tutores, que são especialistas na área de conhecimento da disciplina.

Como se não bastasse, as mensalidades dos cursos híbridos são até 30% menores que os presenciais, podendo atender inclusive moradores de outras cidades e contribuir para reduzir o número de 15 milhões de adultos entre 25 e 30 anos que ainda não possuem curso superior no Brasil.

Como funciona na prática
Os cursos híbridos (semipresenciais) têm o mesmo valor que os de uma graduação presencial reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). A estrutura do curso garante que a porção teórica de cada disciplina seja realizada online, com o acompanhamento de professores tutores, enquanto a prática acontece em encontros presenciais, em atividades preferencialmente em grupo, sob orientação de professores do curso. Assim, as matérias são planejadas a partir de roteiros de aprendizagem.

Os cursos híbridos da UP possuem encontros presenciais a cada 15 dias - que podem ser às segundas e quartas-feiras à noite ou aos sábados pela manhã e à tarde, no câmpus Ecoville. A instituição utiliza a plataforma da Kaltura para streaming de vídeo e ambiente virtual de aprendizagem da Blackboard."Mais importante do que os acessórios tecnológicos são as estratégias pedagógicas que estão por trás do software. Por isso, investimos para que cada elemento do curso tenha a conexão entre teoria e prática - seja nos textos, nas vídeoaulas ou nos games, que reforçam o entendimento de forma lúdica", explica Longo.

No Facebook, os alunos dispõem de páginas temáticas do curso. A proposta é que o aluno leve para fora da sala de aula virtual debates relevantes, relacionados aos temas de estudo. O efeito, segundo Longo, é surpreendente. Toda vez que o professor coloca uma temática, os alunos entram na discussão e muitas vezes esse debate na rede social avança na sala de aula.

Para Carlos Longo, a melhor forma de absorver a aprendizagem é combinando, de forma equilibrada, três processos: a aprendizagem individual, a aprendizagem uns com os outros e a aprendizagem mediada por professores experientes. Com o modelo híbrido fica fácil misturar esses processos, dispondo de tecnologias baseadas na internet, sala de aula virtual, vide aulas, abordagens pedagógicas combinadas, salas de aula invertidas, entre outras.

Desafios

Para criar os cursos a distância e semipresenciais, a Universidade Positivo vem capacitando seu corpo docente e coordenadores para o uso das tecnologias de informação e comunicação em metodologias ativas diversas. Durante a implementação do modelo, a principal dificuldade foi vencer a resistência dos professores, sempre preocupados com o aprendizado dos alunos dentro e fora de sala de aula. Hoje, no entanto, a equipe já está convicta da importância de construir um processo de ensino e aprendizado em conformidade com os desafios de um mundo em transformações.


Ainda de acordo com Longo, o ensino híbrido é uma ferramenta importante para ampliar as vagas no ensino superior. "Dados da Unesco mostram que haverá 430 milhões de pessoas entrando na educação superior em 2030. Se nada for feito, não haverá nem sala de aula, nem professor em número suficiente. Serão bem-sucedidas as universidades que souberem criar caminhos que permitam atender com mais eficiência às necessidades dos alunos e da sociedade atual", avalia.

Fonte: Central Press

GRUPO WHATSAPP

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

Telefone: (42) 98874-8154 WhatsApp

E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com

FALE CONOSCO:

Nome

E-mail *

Mensagem *