Segunda, 28 de Setembro de 2020 02:35
42 98874-8154
Ponta Grossa Ponta Grossa

Comitê já estuda protocolos para quadro pós-pandemia em Ponta Grossa

EVENTOS & EDUCAÇÃO

03/09/2020 07h23 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: Das assessorias
Foto: divulgação
Foto: divulgação

O Comitê de Emergência (COE) do Município já está avaliando protocolos e medidas sanitárias para a condição pós-pandemia. Nos últimos dias, diversas ações foram feitas e reuniões desenvolvidas, inclusive com representantes do setor de eventos e de educação. Ontem (01), o Comitê recebeu a presidente estadual do Sindicato das Escolas Particulares, Esther Cristina Pereira, bem como representantes do setor em Ponta Grossa, e apresentou uma proposta de retomada do setor para quando as condições sanitárias e epidemiológicas forem favoráveis.

De acordo com o secretário extraordinário do Comitê de Emergência, Edgar Hampf, o setor de eventos, que atravessa um dos períodos mais difíceis de sua história, também tem reivindicado ao menos perspectivas para a retomada das atividades. 

Embora estejam descartadas, neste momento, autorizações para eventos ou a volta às aulas, por determinação do prefeito Marcelo Rangel, o Comitê já trabalha com a planificação de protocolos de segurança que sejam praticáveis e efetivos, para aplicação tão logo seja possível.

Os protocolos serão discutidos internamente pelo comitê – que reúne entre outros representantes da Fundação Municipal de Saúde, Vigilância Sanitária, Procuradoria-Geral, Governo e Fazenda – para posteriormente serem também debatidos com representantes de cada setor. Porém, apenas quando houver uma margem de segurança efetiva que permita essa nova flexibilização.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR

Ponta Grossa - Paraná

Sobre o município
Ponta Grossa, chamada de “Princesa dos Campos Gerais”, geograficamente sendo o 2° Planalto Paranaense, estudos revelam como maior entroncamento rodoferroviário do Sul do Brasil, devido seu potencial de escoamento de produção agrícola e de insumos é o maior polo industrial do interior do Paraná. Como uma população estimada em mais de 300 mil habitantes, com característica universitária, ótima opção para investimentos imobiliários, comércio de bens, serviços e turismo.