Domingo, 09 de Maio de 2021 19:40
42 98874-8154
Ponta Grossa Transporte

VCG voltou a operar com 50% da frota em Ponta Grossa

TRT determina que 50% da frota do transporte coletivo volte a circular

09/04/2021 10h02
Por: Redação Fonte: Da redação
Foto: divulgação
Foto: divulgação

O Tribunal Regional do Trabalho emitiu decisão sobre dissídio coletivo, ajuizado pelo (SINTROPAS-PG) Sindicato dos Motoristas, Cobradores e Trabalhadores em Empresas de Transportes Coletivos em Veículos Rodoviários de Passageiros Urbanos, Municipais, Metropolitanos, Intermunicipais, Interestaduais, Internacionais e de Fretamento de Ponta Grossa e Região, e determinou que 50% da frota do transporte público volte a circular, a partir de hoje sexta-feira (09). 

“Dessa forma, considerando-se a essencialidade das atividades de transporte representada pela empresa Suscitante/Suscitada, a confirmação da greve, e a excepcionalidade do período de pandemia atual, prudente fixar, desde logo, nos termos do mesmo art. 11, da Lei 7783/1989, como obrigação de fazer, pelo Sindicato e pela empresa, a manutenção em atividade de 50% (cinquenta por cento) da frota circulante”, conforme consta na sentença.

O Sintropas cumpre decisão expedida pelo Tribunal Regional do Trabalho e desbloqueia a saída da garagem da Viação dos Campos Gerais para que 50% da frota volte a circular. Em cada veículo, foi colocada uma placa no para-brisa contendo as informações: Rodando por determinação judicial.

“Os colaboradores vieram trabalhar contrariados, mas respeitando a sentença que saiu ontem. Só esperamos que justiça seja feita e que todos recebam seus salários”, considera Luizão, presidente do Sintropas.

Na segunda-feira (12), acontece uma audiência de conciliação entre sindicato da categoria, Viação dos Campos Gerais (VCG) e Prefeitura para que ambos encontrem uma solução para resolver a questão do pagamento dos salários aos trabalhadores.

O último pagamento efetuado à categoria corresponde a 50% do valor total referente ao mês de fevereiro. Março não foi pago. “O sindicato exige o pagamento imediato dos salários atrasados dos trabalhadores”, reforça Luizão.

Nota da VCG

Informamos a todos que há pouco, a Viação Campos Gerais ajuizou uma ação judicial contra a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa e a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte, no sentido tanto de exigir respostas aos diversos requerimentos oficializados à Prefeitura desde o início da pandemia, quanto de solicitar providências que permitam que seja normalizado o serviço de Transporte Coletivo.

Afinal, desde o início da pandemia, o Município vem se esquivando de suas responsabilidades, não apresentando nenhuma resposta às solicitações protocoladas formalmente, ou qualquer estudo para efetiva solução da enorme defasagem entre o serviço exigido da Concessionária e a brutal redução da receita do sistema com a queda evidente e acentuada do número de passageiros.

Sem que a Prefeitura tenha realizado qualquer estudo em vista a todas as informações repassadas desde março de 2020 pela VCG, mês a mês, ajustes mais acentuados oferta do serviço ou reequilíbrios financeiros, o caos hoje vivido no Sistema de Transporte Coletivo de Ponta Grossa se tornou inevitável e improrrogável.

Sentimos profundamente pela gravidade da situação vivida por vocês em suas vidas pessoais pela falta do pagamento dos salários para o cumprimento dos seus compromissos. Mas infelizmente, a VCG nos últimos 12 meses realizou sozinha todo tipo de engenharia financeira para suportar os cerca de R$ 50 Milhões em prejuízos no período pandêmico, atingindo agora o limite máximo e insustentável.

Com o retorno de uma frota mínima a partir de hoje, faremos todos os esforços no sentido de adimplir as parcelas em aberto o mais breve possível, conforme forem sendo aferidas receitas pela operação.

De outro lado, é muito grave o fato de o Município não trazer nenhuma forma de solução ao problema, omitindo-se, e deixando o Sistema de Transporte Coletivo absolutamente desequilibrado, e por consequência trazendo prejuízos pessoais a vocês, aos fornecedores e a população de forma geral que continua sem qualquer acesso ao direito fundamental de mobilidade urbana, previsto em nossa Constituição Federal.

Vale lembrar que é de fato, o Poder Concedente, responsável pela gestão do sistema, cabendo a VCG apenas a operação conforme parâmetros estabelecidos pelo contratante dos serviços. Esperamos que a Justiça possa, agora, vir a determinar que o Município cumpra com seu papel de estudar a situação e apresentar alternativas que possam fazer o Sistema de Transporte Coletivo voltar a operar imediatamente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR

Ponta Grossa - Paraná

Sobre o município
Ponta Grossa, conhecida como a “Princesa dos Campos Gerais”, geograficamente sendo o 2° Planalto Paranaense, estudos revelam como maior entroncamento rodoferroviário do Sul do Brasil, devido seu potencial de escoamento de produção agrícola e de insumos é o maior polo industrial do interior do Paraná. Como uma população estimada em mais de 300 mil habitantes, com característica universitária, ótima opção para investimentos imobiliários, comércio de bens, serviços e turismo.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 19h33 - Fonte: Climatempo
15°
Muitas nuvens

Mín. 13° Máx. 19°

15° Sensação
12.4 km/h Vento
87.9% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (10/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 23°

Sol com muitas nuvens
Terça (11/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 26°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.