quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Plataforma online fornece de forma instantânea e gratuita o desempenho de centenas de cultivares

A agricultura profissional brasileira não dá margem para erros. Cultivar, população, textura do solo e período para o plantio são cenários que o agricultor necessita ajustar para obter os melhores resultados. 

Nesse sentido, a PlantUP se apresenta como uma eficiente e rápida plataforma para auxiliar o produtor rural nas tomadas de decisão por apresentar em poucos cliques milhares de cenários agrícolas.

Pelo meuplantup.com, é como se o agricultor aumentasse, em muito, a sua capacidade de fazer testes para a escolha da melhor cultivar em sua propriedade. “Atualmente, quando o agricultor está com dúvida: ele avalia em sua propriedade como cada cultivar performa, para, aí sim, ampliar o plantio da sua escolha para a próxima safra”, explica o presidente do Grupo Atto, Odilio Balbinotti Filho. “Com PlantUP isso é potencializado. Pelas informações disponíveis de forma gratuita, o agricultor vai ter um grande número de resultados, obtidos por outros agricultores que se somam aos seus para fazer uma escolha ainda mais precisa”.

Quando compara as cultivares mais produtivas, seu desempenho e posicionamento nos mesmos ambientes de sua propriedade, o usuário da plataforma reduz drasticamente o seu erro, pois definirá a partir de experiências práticas de um grande número de agricultores.
O usuário tem acesso a dados baseados em áreas localizadas entre quatro e cinco municípios ao redor da sua propriedade, e a plataforma disponibiliza diversos filtros para cruzamento de informações. 

“A agricultura digital é disruptiva. Ela é a nova revolução, por isso, se o produtor rural não fizer parte desse novo momento, em pouco tempo estará fora do mercado”, afirma Balbinotti Filho.

A PlantUP, plataforma digital colaborativa de compartilhamento de informações agrícolas, foi desenvolvida pelo Grupo ATTO para auxiliar o agricultor nas tomadas de decisão e aumentar sua competitividade. A plataforma foi criada para áreas agrícolas de todos os tamanhos e níveis de tecnologia.

Apesar de ter sido lançada em setembro, já soma mais de 5,7 milhões de hectares cadastrados das três últimas safras de soja brasileiras e inicia a inclusão de milho e algodão, bem como abre para lançamento também para agricultores do Paraguai. Nesse universo, é possível conhecer detalhes do sistema de produção das principais regiões produtoras brasileiras.

“Quanto mais gente utilizar, mais qualidade terá a informação e dessa forma ganham todos. Estamos vivendo uma nova era, as tecnologias disruptivas, como por exemplo proteína sintética feita em laboratório, deve ser enfrentada utilizando as mesmas armas da era digital, por isso as plataformas digitais para a agricultura precisam ser utilizadas rapidamente para baixar custo e aumentar produtividade”, lembra o presidente do Grupo Atto.

Sobre o Grupo ATTO
Com sede em Rondonópolis (MT), o Grupo ATTO é a holding proprietária da ATTO Sementes - antiga Sementes Adriana, líder na produção de sementes de soja no Brasil com 40 anos de história na agricultura nacional. O fundador do grupo, Odílio Balbinotti, chegou a Mato Grosso em 1980 e, mesmo com os desafios da época, conseguiu produzir sementes de qualidade para uma então nova fronteira agrícola, no município de Alto Garças. Desde 2003 a empresa é presidida por Odilio Balbinotti Filho e, além da semente de soja, passou a produzir sementes de milheto, crotalária, azevém e brachiaria, que plantam mais de 1,5 milhão de hectares no Brasil e mais oito países. Em agosto de 2019, o Grupo lançou a plataforma PlantUP, que vem contribuir com a tomada de decisão do agricultor, alinhada com o propósito de elevar sua competitividade sem o aumento de custos.

Das assessorias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EU CONCILIO

EU CONCILIO
Eu Concilio - Mediação e Conciliação

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com
Cel.: (42) 9.8874-8154

FALE CONOSCO:

Nome

E-mail *

Mensagem *