terça-feira, 22 de outubro de 2019

1º Seminário sobre “Autismo na Prática" em Ponta Grossa

A cidade dos Campos Gerais vai se reunir em prol do Transtorno do Espectro Autista (TEA) no 1º Seminário “Autismo na Prática”, a realizar-se no dia 26 de outubro, para o público de pais, professores e profissionais que atuam na área. 

“Os autistas precisam ser compreendidos, nós precisamos aprender a respeitar suas características e personalidade, são pessoas com hipersensibilidade e não com problemas”, afirma o deputado Subtenente Everton, responsável pelo evento e por levar essa discussão para diversas cidades.

O jogador Messi, o fundador da Apple, Steve Jobs e o fundador da Microsoft, Bill Gates, são profissionais mundialmente reconhecidos, admirados e autistas, assim como Mark Zuckerberg, Albert Einstein, Charles Darwin e outros grandes nomes que também foram diagnosticados com a Síndrome de Asperger (SA), considerado um autismo leve. De acordo com o Center of Deseases Control and Prevention (CDC), órgão ligado ao governo dos EUA, existe hoje um caso de autismo a cada 110 pessoas no mundo. Embora não existam dados oficiais, no Paraná seriam mais de 100 mil crianças autistas. 

O Subtenente Everton é responsável pelo projeto de lei que defende a técnica Modified Cheklist for Autism in Toddlers (M-CHAT) para identificar o TEA, porque acredita que esta detecção precoce é um direito das crianças. O parlamentar também integra a Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (CRIAI) e coordena a Frente Parlamentar em Defesa da Primeira Infância. 

O Seminário conta com vários palestrantes das áreas médica, pedagógica e jurídica (confira box). “A falta de informação referente ao autismo é um dos problemas mais comuns no contexto social e educacional”, disse Luciana Aquiles Sleutjes, chefe do Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa, e uma das coordenadoras do evento. “Organizou-se os temas que serão abordados por eixos interdisciplinar e educacional”, informa.

A capital paranaense realizou o Seminário Autismo na Prática em 28 de setembro e, Francisco Beltrão também sediará o seminário, dia 23 novembro. “Precisamos levar a discussão do tema para todos os lugares, para as pessoas terem melhor compreensão do assunto e se relacionarem melhor com as nossas crianças”, afirma o parlamentar.

O seminário concederá o certificado de 8h complementares aos participantes; a inscrição é gratuita, mas está vinculada à entrega de uma lata de leite em pó no dia do evento (ingresso solidário). Para receber o certificado, a inscrição deve ser realizada online e antecipadamente através do site www.deputadoeverton.com.br

O Autismo
O Transtorno do Espectro Autista afeta vários aspectos da comunicação, além de influenciar também no comportamento do indivíduo e na interação social. Segundo estudo divulgado pelo Center of Control and Prevetion, estima-se que no Brasil existam 3 milhões de autistas e que a incidência é de 1 a cada 68 crianças. Essas informações serão mais precisas após a sanção do presidente Jair Bolsonaro (PSL), sobre o projeto de lei que torna obrigatória a inclusão de informações de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), no censo do IBGE. 

O quebra-cabeça foi adotado em 1999 para a conscientização do autismo e representa a sua complexidade. As peças em cores diferentes representam a diversidade de pessoas e famílias que convivem com o transtorno. As cores fortes representam a esperança em relação aos tratamentos e a conscientização da sociedade em geral.

Serviço:
1 º Seminário “Autismo na Prática” de Ponta Grossa
Data: 26/10
Horário: das 8h às 17h
Local: Auditório Sagrada Família Sede Auxiliadora
Endereço: Rua Maria Auxiliadora, 272. Neves
Ingresso solidário: 1 lata de leite em pó.

PALESTRAS
Dra. Laís Regina Rocha de Carvalho - MÉDICA NEUROLOGISTA INFANTIL
Diagnóstico do TEA.

Jéssica Stem Blakleitz e Carla Danielle Schwab Carbonar - ESTUDANTES DE PSICOLOGIA
Família e autismo.

Dra. Gislaine do Rocio Rocha Simões -ADVOGADA
Avanços na legislação brasileira e dos direitos na assistência social.

Cassandra Fontoura Fiore Peron - PSICÓLOGA
Práticas colaborativas na escola inclusiva.

Adriana Aparecida Przybytovicz de Moura - PSICOPEDAGOGA
Estratégicas e adaptações pedagógicas para estudante com autismo.

EU CONCILIO

EU CONCILIO
Eu Concilio - Mediação e Conciliação

Postagem em destaque

Universidade de Brasília lança neste dia 15 a Escola para Cidadania com cursos livres e gratuitos

A Universidade de Brasília, sensível à necessidade de atender a uma grande demanda pela oferta de cursos livres e gratuitos de capacita...

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com
Cel.: (42) 9.8874-8154

FALE CONOSCO:

Nome

E-mail *

Mensagem *