quarta-feira, 21 de março de 2018

Ponta Grossa: Secretaria de Agricultura realiza oficina de horta comunitária com moradores

Os cadastrados para participar do programa Cultivar Energia estiveram presentes e receberam orientações sobre como cuidar do local Foto: divulgação
Na tarde desta quarta-feira (21), integrantes da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) realizaram uma oficina para os moradores do residencial Costa Rica sobre como vai funcionar a Horta Comunitária no local. 
Foto: divulgação
A atividade faz parte do cronograma do programa Cultivar Energia, realizado pela Companhia Paranaense de Energia (Copel) em parceria com a SMAPA, a Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) e da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). 
Foto: divulgação
Representantes da Prolar também estiveram na atividade passando orientações aos moradores em relação às regras, direitos e deveres dos cadastrados a utilizar o local. Ao fim da explicação, os participantes assinaram um termo de compromisso concordando com o que lhes foi apresentado.
Aline Barbosa faz parte do setor social da Prolar e comenta a expectativa do órgão em relação à essa atividade. “Com os cadastros que fizemos hoje nós temos a ideia de que haverá uma sensibilização da comunidade e tenhamos mais inscritos”, espera Aline.

A Companhia de Habitação é a responsável pelos cadastros da população e por fazer o acompanhamento da comunidade na execução dos trabalhos realizados na horta. Já a SMAPA faz a orientação de manuseio geral do local e de como devem ser realizados os cuidados com as mudas.

O agrônomo da secretaria de Agricultura, Michel Demiate, orientou os participantes em relação aos insumos a ser utilizados na terra, como fazer a correção do solo, questão de adubos, entre outras atividades realizadas na horta. “Nessa oficina nós passamos aos moradores cadastrados qual é a distância mínima necessária para se plantar as mudas, ensinamos como produzir alface, repolho, brócolis, beterraba, couve, que fazem parte de uma mesma cultura. Também orientamos como produzir alguns condimentos como salsinha, cebolinha, manjericão”, relatou Demiate.

Fabiana Ramos é uma das cadastradas para participar do projeto e esteve na atividade. “Para mim é muito importante fazer parte desta iniciativa, na minha casa moram sete pessoas, contando o meu marido e meus seis filhos. Poder plantar e colher alimentos vai ajudar e muito em casa, além de ser um produto de qualidade, ainda economizamos por não precisarmos mais comprar e ainda podemos vender os produtos que sobrarem, gerando uma renda extra para a minha família”, comenta Fabiana.

EU CONCILIO

EU CONCILIO
Eu Concilio - Mediação e Conciliação

Postagem em destaque

Frísia é a 19ª maior organização do Paraná

Foto: divulgação A Frísia conquistou o 19º lugar no ranking das 100 Maiores Empresas do Paraná, realizado pelo Grupo Amanhã com o apo...

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

Telefone: (42) 98874-8154 WhatsApp E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com