quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

A Cidade ao Fundo

Foto: divulgação
Durante a semana, na parte da tarde, crianças da vila empinam a pipa sem se preocupar com o tempo. É uma atitude louvável, pois é um ato difícil de acontecer nos dias de hoje.


Ao fundo, ao longe, preenchendo o vazio da paisagem, a silhueta dos prédios desenham arranhando o céu. Passa desapercebido aos olhares que se fixam na pipa lá no alto.

Aqui, olhares perdidos na liberdade de ser criança. Lá no fundo da paisagem, olhares que se perdem nos prédios, se esquivando das responsabilidades dos adultos.

Crônica enviada por Adonis Ribaski

*As opiniões e declarações expressas aqui não representam a posição do Jornal Ponta Grossa. Reservando apenas a opinião e pontos de vistas individuais do autor.

EU CONCILIO

EU CONCILIO
Eu Concilio - Mediação e Conciliação

Postagem em destaque

Frísia é a 19ª maior organização do Paraná

Foto: divulgação A Frísia conquistou o 19º lugar no ranking das 100 Maiores Empresas do Paraná, realizado pelo Grupo Amanhã com o apo...

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

Telefone: (42) 98874-8154 WhatsApp E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com