quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Administração em Pauta: O Profissional Camaleão

Que tipo de profissional o mercado de trabalho quer?
Flexibilidade, resiliência, comprometimento, empatia e atitude são os atributos mais procurados em um candidato que busca ingressar no mercado, sem contar é claro, seu conhecimento e habilidades na resolução de problemas.

Uma vez escolhido o candidato, espera-se que este contribua com sua criatividade e inovação, bem como, inteligência emocional, que irá agregar ao seu perfil comportamental, tendo em vista que o auxiliará nas tomadas de decisões.

Dentro dos comportamentos esperados, manter a calma nos momentos difíceis, enérgico no alcance das metas e habilidoso para criar sinergias são alguns dos atributos que fazem do profissional um diferencial.

O profissional deve ser como o camaleão e adaptar-se ao meio, não de uma forma passiva, mas aceitar (compreender) a nova realidade e depois, se houver necessidades de mudança, tornar-se o catalisador para o sucesso da mesma.

Enquanto no mundo animal, o camaleão adapta-se ao meio para sobreviver (alimentar-se), o profissional adapta-se para entender o ambiente, tendo como recompensa a remuneração em referência ao princípio básico.

Precisamos de rapidez em relação a adaptação às novas demandas e de preparação em termos de capacitação para encarar novos desafios. Talvez você seja convidado a mudar de cargo, entenda que está recebendo um convite para uma oportunidade de aprendizagem. A rotatividade de setor permite ter uma visão ampla do negócio e entender como os subsistemas se relacionam. Se você está sendo alocado constantemente de função, pode ser pela flexibilidade e adaptação rápida às novas realidades que você apresenta por meio do seu comportamento.

Bom para você, pois as chances de ocupar um cargo mais elevado na hierarquia são maiores do que àqueles que preferem o comodismo na função.

Enquanto muitos cegam, estacionam e permanecem na sua zona de conforto frente às dificuldades rotineiras, os camaleões adaptam sua visão ao novo, eles têm a habilidade de enxergar mais e melhor mesmo em situações adversas, pois o objetivo é sustentar-se na carreira obtendo vantagem em relação aos demais.

Podemos fazer referência à Teoria Darwiniana, do século XIX, com a frase “sobrevivência do mais apto”, conceituando a competição pela sobrevivência ou predominância, esta frase aparece em evidência por se tratar do cenário atual, onde não é o profissional mais inteligente, nem o mais esperto, nem o mais forte que sobrevive, e sim aquele que consegue se adaptar ao meio, de melhor forma e de forma mais rápida.
O profissional camaleão busca “afiar seu machado” frequentemente por meio de cursos rápidos, palestras, workshops e demais eventos. Uma oportunidade de estreitar laços, ampliando sua rede de relacionamentos (networking), capacitando-se para ter o domínio da sua área, assim como estar disponível para adquirir novos conhecimentos.

Este réptil mostra sua força devido sua capacidade de se adaptar e resistir às mudanças de ambiente, aparentemente mudando de cor, que se torna superficial quando se pensa que a mudança essencial é do corpo e mente. O que nos mostra que a imagem é importante para nos proteger dos predadores, uma vez que vivemos num contexto visual e materialista, porém, superficial se pensarmos que a modificação fundamental é teórica e técnica.

Os camaleões são raros e só podem ser encontrados em partes da Ásia, América do Norte, Europa e África. Por ser raro, transforma-se em valioso, capital intelectual que as empresas desejam. Ser um profissional raro eleva o seu prestígio e te faz sobreviver em tempos difíceis.

Vamos então, mudar de cor e, principalmente, nos adaptar à todas as estações do ano.
Ótimo dia.
Escrito por:
Adm. Sérgio Ditkun. CRA/PR- 25968
Vanessa Gonçalves. CRP/PR- 8/21602
======================================================================================
Sérgio Ditkun é Delegado do CRA-PR – Ponta Grossa; Empresário; Professor; Autor de livro; Mestre engenharia da produção; Conferencista; Palestrante; Profissional de marketing de rede; lattes.cnpq.br/8207942550224017 Contato: 042 98407-1237 E-mail: crapontagrossa@gmail.com LinkedIn.com/in/sérgio-ditkun

Vanessa Gonçalves é Psicóloga, Coach, Consultora de RH e Equoterapeuta; Formação em Administração com habilitação em Marketing; Pós graduada em Gestão Empresarial com ênfase em RH e Negócios Contato: (42) 9.9980.1282 E-mail: psico_vanessa.goncalves@hotmail.com LinkedIn.com/in/vanessa-gonçalves

EU CONCILIO

EU CONCILIO
Eu Concilio - Mediação e Conciliação

Postagem em destaque

Universidade de Brasília lança neste dia 15 a Escola para Cidadania com cursos livres e gratuitos

A Universidade de Brasília, sensível à necessidade de atender a uma grande demanda pela oferta de cursos livres e gratuitos de capacita...

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com
Cel.: (42) 9.8874-8154

FALE CONOSCO:

Nome

E-mail *

Mensagem *