quinta-feira, 1 de junho de 2017

Cinema em Pauta: Esquadrão Suicida

Cena do filme Esquadrão Suicida 
O tão esperado coringa de Jared Leto parece apenas fazer uma ponta no filme, ao qual antes mesmo do filme sair nos cinemas estavam questionando quanto à credibilidade de seu personagem Coringa.

A ideia inicial do diretor David Ayer era reunir esse grupo e transformá-los em super-heróis para diminuir o tempo de prisão, mas a trama se perde em exageros quando não dá conta nem mostrar as características dos personagens.

Jared Leto parece fazer apenas uma ponta como namorado da mentalmente instável Arlequina, ao qual nem se pode comparar a Jack Nicholson e Heath Ledger, pois não lhe foi dado à oportunidade de desenvolver o personagem e o exagero caricato, com dentes de ouro e tatuagens deixa muito a desejar.

Will Smith e Viola Davis parecem que interpretam a si mesmos, não há personagens e sim os famosos atores, que também não dão movimento a trama.

A ideia inicial era para ser um time de vilões da DC, mas deixou a desejar com exageros nos personagens caricatos e um enredo longo que se perde no desenvolvimento final. Quem gosta filmes do gênero heróis pode se decepcionar um pouco, pois não segue a mesma premissa dos quadrinhos.

Esquadrão Suicida/Suicide Squad. EUA, 16. 123 min. Direção e roteiro de David Ayer. Com Jared Leto, Wil Smith, Margot Robbie, Viola Davis, Common, Ezra Miller, Jai Courtenay, Jay Hernandez, Cara delevingne, Joel Kinamann, Scott Eastwood, Ben Affleck, Ike Barinholtz, David Harbour, Adam Beach.
Leia mais artigos em Cinema em Pauta

EU CONCILIO

EU CONCILIO
Eu Concilio - Mediação, Conciliação e Arbitragem

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

Telefone: (42) 98874-8154 WhatsApp

E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com

FALE CONOSCO:

Nome

E-mail *

Mensagem *