segunda-feira, 6 de março de 2017

Restaurante Popular de Ponta Grossa inicia atividades para o ano de 2017

Foto: divulgação
Com refeições a R$ 2,00, o Restaurante Popular de Ponta Grossa inicia suas atividades para o ano de 2017. Reabriu hoje, segunda-feira (6), volta a atender normalmente, servindo almoços das 11h às 13h 30min.
Foto: divulgação
A reabertura contou com a presença da Secretária de Assistência Social, Simone Kaminski Oliveira, e sua equipe técnica, que almoçaram no local e contaram uma novidade para todos os presentes: em breve, Ponta Grossa contará com mais uma unidade do estabelecimento. “Estamos estudando o local exato da instalação, que será feita no bairro de Uvaranas”, anunciou a secretária Simone.


Hoje o Restaurante Popular Guilherme Cavina, localizado no Centro, produz quase 2.000 refeições diárias. Além das bandejas servidas para a comunidade a equipe produz alimentos para outras esferas da Prefeitura. Diariamente, o setor de obras recebe 250 marmitas, e outras 50 são enviadas ao Centro de Referência Especializado em Assistência Social para a População de Rua (CREAS-POP). O Departamento do Idoso também é atendido pelo estabelecimento, que produz café das manhãs nas sextas-feiras para os participantes da tradicional caminhada no Parque Ambiental.


O trabalho inicia-se às 6 horas da manhã. São 28 funcionários, entre eles 8 cozinheiras. A preparação da alimentação é separada por salas – uma para a cozinha, uma para a manipulação da carne e outra para a manipulação da salada. A higienização ocorre em outro espaço, e os frequentadores levam a sua bandeja direto para a limpeza.


Entre as seis cidades paranaenses que possuem Restaurantes Populares, Ponta Grossa é a única em que o trabalho não é terceirizado. “Nós somos os responsáveis por todas as etapas de produção, diferente de outras cidades em quem uma empresa é contratada para este serviço”, explica o diretor do Departamento de Produção e Aquisição de Alimentos, Francisco Vieira Junior.


Cardápio
Todo o cardápio é elaborado por nutricionista, e cada refeição possui, em média, de 800 a 1000 kcal. São 12 combinações diferentes, e cada uma leva arroz, feijão, carne, salada, uma guarnição (como macarrão ou farofa, por exemplo) e uma fruta. O consumo de bebidas é proibido, já que a ingestão de líquidos durante as refeições prejudica a digestão do alimento.

Para Osvaldo Ruth, da Associação de Moradores Jardim Jacarandá, frequentar o Restaurante Popular é uma atividade diária. “Desde o primeiro dia de funcionamento eu comecei a almoçar aqui. Por mais que more longe do Centro, vale a pena o deslocamento pela comida de qualidade e o preço baixo”, explica Osvaldo, de 67 anos.

Fonte: Prefeitura de Ponta Grossa

EU CONCILIO

EU CONCILIO
Eu Concilio - Mediação e Conciliação

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com
Cel.: (42) 9.8874-8154

FALE CONOSCO:

Nome

E-mail *

Mensagem *