sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Sebrae/PR e Castrolanda concluem mapeamento para a utilização de energias renováveis

Presidente da Castrolanda, Frans Borg; o gerente regional do Sebrae/PR, Joel Franzim Junior,  e o diretor de Operações da  Castrolanda,  Marco Prado. 
Crédito fotográfico: Yi Lung Chi.
Sebrae/PR auxilia parceiros e investe na construção de uma rede estadual de iniciativas que priorizem a busca pela sustentabilidade sem seus negócios

O gerente regional do Sebrae/PR, Joel Franzim Junior, destaca a importância do projeto. Crédito fotográfico: Yi Lung Chi. 
Após um ano de trabalho, o Sebrae/PR apresentou no dia 29 de novembro, na Fundação ABC, em Castro, o mapeamento das soluções em energias renováveis que poderão ser implementadas pela Castrolanda Cooperativa Agroindustrial. O levantamento, realizado de setembro de 2015 a novembro passado, é resultado de uma cooperação técnica entre a Castrolanda e o Sebrae/PR. A parceria teve como base o Programa Sebraetec - Serviços em Inovação e Tecnologia, na modalidade aglomerados produtivos, com investimentos de ambas as entidades.

O documento foi entregue para o presidente da Castrolanda Frans Borg e para o diretor de Operações Marco Antonio Prado. A apresentação do mapeamento foi realizada pelo especialista e consultor internacional em energia Claudio Lima e contou com o apoio da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Ao todo, foram mapeadas 19 unidades industriais da cooperativa. Entre elas, as unidades de Beneficiamento de Leite, Beneficiamento de Batatas e Sementes, Beneficiamento de Grãos, Beneficiamento de Feijão, Unidade Industrial de Carnes e a matriz da Castrolanda, situada em Castro. Nelas, o levantamento apontou quais são as potencialidades de energia fotovoltaica, que aproveita os raios solares para a geração de energia, e também de energia eólica, gerada pelo vento.

Já o estudo de potencial de geração de energia através de biodigestores foi realizado em 450 propriedades rurais pertencentes aos cooperados da Castrolanda. Também foram realizados dois estudos de caso de viabilidade técnica e financeira para a utilização de energia solar, eólica e biogás na Unidade Industrial de Carnes, e para o uso de biogás e biometano na Chácara Marujo. 

“O projeto é de extrema importância para nortear o planejamento energético da cooperativa e cooperados nos próximos anos, buscando segurança energética e preços competitivos, destacando também a criação de novos negócios, visando agregar valor à cooperativa e aos cooperados”, destaca o coordenador de Engenharia da Castrolanda, Vinicius Guilherme Danieli Fritsch.

Para o gerente regional do Sebrae/PR, Joel Franzim Junior, o projeto firmado entre o Sebrae/PR e a Castrolanda é pioneiro e retrata a importância do produtor rural garantir a segurança energética. “É um ganho mútuo, pois além das unidades industriais da Castrolanda, os cooperados também poderão utilizar energia renovável em suas propriedades. É um projeto que pode ser replicado em outras cooperativas do país e novos negócios podem ser gerados em função da energia renovável”, expõe.

Segurança energética
O diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini comenta que além de disseminar a importância do tema, a entidade auxilia parceiros e investe na construção de uma rede estadual de iniciativas que priorizem a busca permanente pela sustentabilidade nos negócios. “A parceria com a Castrolanda mostra a preocupação que empresas vêm dando à segurança energética de seus negócios, à redução de custos excessivos e à criação de padrões de sustentabilidade. Quem pretende ampliar sua atuação no mercado, precisa montar um plano de suprimento energético”, reforça Agostini.

Julio Agostini cita o Programa Oeste em Desenvolvimento, uma parceria com a Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná (Caciopar), Itaipu Binacional e Fundação Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop), como uma experiência bem-sucedida no tema, no Estado.

Outra frente de trabalho, destacada por ele, é a parceria com a Prefeitura de Curitiba, envolvendo um plano para incorporar conceitos de energias renováveis ao longo da Linha Verde, na Capital. Já no noroeste do Estado, o Sebrae/PR e a Prefeitura de Maringá firmaram um convênio para o desenvolvimento de projetos para o fomento de energias renováveis na cidade. O projeto inclui o novo parque industrial e a região do aeroporto, com base na energia solar fotovoltaica.

Ainda conforme Júlio Agostini, além da Castrolanda Cooperativa Agroindustrial, há ainda um conjunto amplo de ações em parcerias com demais cooperativas agroindustriais do Estado, com o objetivo de criar bases para a elaboração do plano diretor de energias renováveis. Projetos pontuais estão sendo desenvolvidos para a Copacol, em Cafelândia; para a  C.Vale Cooperativa Agroindustrial, em Palotina; para a Frísia Cooperativa Agroindustrial, em Ponta Grossa, além de outras iniciativas de natureza privada.

Sobre o Sebrae/PR
O Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é, para quem já é ou quer ser empresário, a melhor opção para obter informação e conhecimento. Criado na década de 1970, o Sebrae é a instituição que mais entende de pequenos negócios, no campo e na cidade, e possui a maior rede de atendimento do País. No Paraná, conta com 6 regionais e 13 escritórios. A instituição chega aos 399 municípios por meio de Pontos de Atendimento, Salas do Empreendedor e parceiros locais, como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, orientações, capacitações, treinamentos, projetos e programas, soluções com foco em ambiente de negócios; educação empreendedora; empreendedorismo e gestão; empresas de alto potencial e potencialização; liderança; e startups.   

Fonte: Sebrae/PR

EU CONCILIO

EU CONCILIO
Eu Concilio - Mediação e Conciliação

Postagens mais visitadas da semana

CONTATO

E-mail: jornalpontagrossa.com@gmail.com
Cel.: (42) 9.8874-8154

FALE CONOSCO:

Nome

E-mail *

Mensagem *